top of page

Blog

Leia nosso blog e acompanhe nossos trabalhos e saiba mais sobre SIPAT Online, Cursos NR Online e muito mais.

Curso Combate à Incêndio Timbó | Atendimento básico à emergências | Módulos comuns

Cursos presenciais e à distância. Aula em vídeo sobre primeiros socorros e outros atendimentos básicos de emergência.


ATENDIMENTO BÁSICO À EMERGÊNCIAS


Atendimentos de emergência de qualquer natureza são parte da redução de danos ou perdas decorrentes de uma falha na prevenção. Em outras palavras, o acidente aconteceu e agora estamos tentando evitar algo pior ainda. Esse pior ainda pode se referir a danos físicos como ferimentos e morte, ou ainda perdas materiais que representam perdas financeiras como parada de produção, mas também prejuízos causados por uma explosão ou incêndio.


A prestação de primeiros socorros como resgate, remoção e reanimação cardiorrespiratória e o tratamento pré-hospitalar de ferimentos são iniciativas para a redução dos danos físicos causados pelo acidente ao trabalhador. Combate a princípios de incêndio ou mesmo grandes incêndios são iniciativas para evitar a perda material e consequentemente a perda financeira relacionada a estrutura física do local, como prédios, máquinas e equipamentos, produtos e mercadorias etc.


Vamos repetir e destacar que todo atendimento de emergência não está ligado a prevenção de um acidente como uma queda, choque elétrico, explosão ou incêndio. Apesar disso, esse atendimento de emergência se relaciona de forma direta com as iniciativas de prevenção como um todo e é extremamente importante que as rotinas de emergência estejam bem definidas, o pessoal bem orientado e, entre esse pessoal, que existam pessoas com nível elevado de treinamento para essas emergências.


 

As orientações e treinamentos devem ser específicos para os riscos de cada estabelecimento.

 

Essas orientações e treinamentos devem ser específicos, embora haja muitos elementos comuns. Contudo, deve ser específico o suficiente para cobrir as possibilidades de acidentes relacionados ao local, ou seja, os riscos pertinentes a cada estabelecimento da empresa. Por exemplo, se sua empresa trabalha com serviços elétricos, são necessários orientações e treinamentos básicos sobre o que fazer no caso de choque elétrico, queimaduras, explosões e incêndios.


A determinação desses possíveis cenários de emergência começa com a obrigação da empresa de se antecipar, reconhecer, avaliar e definir as medidas de controle de riscos existentes em seus espaços de trabalho. Esse espaço de trabalho pode ser dentro da empresa ou no estabelecimento de terceiros, por exemplo, quando presto serviço em empresas que são clientes da empresa para qual eu trabalho. Esses riscos devem constar nos programas como PPRA ou PGR, ou outros específicos.


Programas como o PPRA ou PGR trazem informações sobre fatores de risco, riscos e respectivas medidas de controle desses riscos. Esses programas não trazem orientações sobre o que fazer em uma determinada emergência ou como fazer. Por exemplo, você encontrará nesses programas que existe o risco de queda de eletricidade e medidas de controle como uso de EPC e EPI para eletricidade, mas não encontrará como fazer uma imobilização. Então, precisamos dos treinamentos previstos em cada NR.


Esses treinamentos devem conter informações teóricas sobre os possíveis acidentes, o que fazer e como atuar em cada situação. Naturalmente, requerem também a parte prática, ou seja, você vai executar ou repetir a rotina que você viu sendo feita, podendo presencial ou através de um vídeo como nos cursos à distância. Nunca subestime a possibilidade de um acidente acontecer, mas faça de tudo para evitar e esteja preparado para atuar quando preciso.

13 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page