top of page

Blog

Leia nosso blog e acompanhe nossos trabalhos e saiba mais sobre SIPAT Online, Cursos NR Online e muito mais.

Combate à incêndio - Fogo e incêndio

Conheça os conceitos mais comuns sobre a teoria do fogo e fases de um incêndio

curso combate a incendio online, seguranca no trabalho,

O FOGO

O fogo é uma reação física e química em cadeia e para melhor combatê-lo, devemos conhecer os componentes dessa reação. O fogo é um tipo de combustão. Outro tipo de combustão, por exemplo, é a ferrugem ou a respiração celular. Combustão é uma forma de obtenção de energia, para o seu carro por exemplo, através de calor ou através de calor e luz.


O fogo se encaixa nesse último, é um processo de combustão que emite calor e luz e é um processo de combustão rápido, diferente da ferrugem ou respiração. Para obtermos o fogo, precisamos de três elementos, são eles: Combustível, comburente e calor.


O combustível é todo produto que oxida, como por exemplo a gasolina. Também serve a madeira, o papel, plástico etc. Comburente é aquilo que alimenta a combustão, que misturado ao combustível, nos deixa muito perto de termos fogo.


O exemplo mais comum e material mais utilizado: Oxigênio. Depois temos o calor. Você pode achar que a vela ou a gasolina pegam fogo, mas não é verdade. O que pega fogo é o vapor da parafina e da gasolina. Daí entra o calor, pois cada substância começa a evaporar e ou se incendeia em uma determinada temperatura.


Agora vem a reação em cadeia. Quando você aproxima o fósforo de uma vela, faz com que a parafina derreta e evapore e se misture ao oxigênio, e o fósforo dá lugar ao pavio que, ao mesmo tempo, mantém o calor para evaporação da parafina e continua queimando por causa dessa evaporação.

 

Conheça e experimente sem custo nem compromisso nosso Curso Combate à Incêndio Online

Acesse nossa página e cadastre seu e-mail através do botão LOGIN no menu de CURSOS

 

O INCÊNDIO E SUAS FASES


O incêndio é, obviamente, o fogo, mas o fogo fora do controle humano ou que exija grande esforço para controlá-lo. Podemos ainda ouvir definições que nos digam que incêndio é qualquer forma de combustão descontrolada.


Fase de ignição

Ignição do fogo, partida, é como ligar um carro. Nesse momento, temos reunidos os três elementos necessários para formar o fogo: Combustível, comburente, calor - e reação em cadeia. Nesse ponto o incêndio pode ter proporções pequenas e ser de fácil controle.


Fase de crescimento

O calor gerado inicialmente se propaga, tendendo a aumentar a reação em cadeia, e aumentar exponencialmente a velocidade e proporção do incêndio.


Fase de ignição súbita generalizada

Sendo a oxigenação do ambiente adequada ao fogo, um ambiente bem ventilado, com bastante oxigênio, temos essa ignição súbita. O termo generalizado significa dizer que comprometerá toda a área. Se ao contrário, houver pouco ventilação, mas a temperatura continuar subindo, teremos uma ignição explosiva, que é o acúmulo de gases que, assim que em contato com o oxigênio, explodirão.


Fase de desenvolvimento completo

Essa fase é resultante da ignição súbita generalizada, momento, em que o incêndio atingiu todos os materiais combustíveis do ambiente e as chamas preenchem todos os compartimentos.


Fase de diminuição

O fogo, logo o incêndio, se consome em si. A fase de diminuição pode ser natural pelo consumo total dos materiais combustíveis pelo próprio fogo. Pode ser ainda de ação humana, com a retirada desses materiais e outras técnicas.





Autor

Sandro Luiz Barth linked in

Técnico de Segurança no Trabalho

9 visualizações0 comentário

Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
bottom of page