top of page

Blog

Leia nosso blog e acompanhe nossos trabalhos e saiba mais sobre SIPAT Online, Cursos NR Online e muito mais.

Como fazer uma SIPAT | Curso CIPA Online | Cursos em Vídeo

A programação SIPAT começa pela leitura dos relatórios de acidentes e doenças desde a última SIPAT.



A SIPAT significa Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho e é uma atribuição prevista para a CIPA pela própria NR-5. O que sabemos sobre a SIPAT está naquela única e exclusiva linha da norma, mas sua simples leitura já nos oferece tudo o que de fato precisamos saber. Vejamos, o texto diz que o evento deve ser promovido anualmente. Através da palavra SEMANA, temos o indicativo da duração desse evento anual, ou seja, uma semana de trabalho equivale a 5 dias úteis. Na transcrição da sigla, também lemos a palavra INTERNA, o que significa que a empresa e a CIPA devem encontrar internamente o melhor arranjo para o evento, mas que acima de tudo esse interno se refere aos acidentes que estão ou podem acontecer na empresa.


Vamos lembrar que para fins das iniciativas em saúde e segurança no trabalho, acidente representa o acidente típico, o trajeto e a doença ocupacional. Então, ligamos isso com a palavra PREVENÇÃO. No fim, temos uma semana dedicada ao desenvolvimento de ações que auxiliem na prevenção dos acidentes e doenças pertinentes a cada empresa. Não são assuntos gerais, mas assuntos bem específicos voltados para as dificuldades da empresa em relação ao propósito das normas em SST.


A programação SIPAT começa pela leitura dos relatórios de acidentes e doenças desde a última SIPAT.

 

SIPAT precisa ter uma programação abrangente e altamente alinhada com a prevenção dos acidentes e doenças que vem acontecendo ou podem acontecer em cada ambiente de trabalho. Você tem uma programação de 5 dias, mas isso não significa 5 temas, embora seja uma forma fácil de trabalhar. Em 5 dias, você pode ter menos do que 5 temas ou bem mais do que isso. Vai depender de sua necessidade e objetivos complementares. A necessidade é prevenir acidentes de trabalho, o restante pode trazer complementos. A programação destinada e obrigatória para cada funcionário deve ser pertinente. Nem tudo é para todos. Por exemplo, ao falar de uso de EPI, você convoca as pessoas que usam EPI e deixa de fora as que não usam. Assim, você torna o tema e o tempo eficientes.


Há três formas de você programar uma SIPAT: Interna, parceria e compra. Na primeira opção, com custo zero, você mesmo cipeiro, com o SESMT e gestão farão a programação e a execução das diversas atividades previstas. Nessa opção, você precisa acima de tudo de interesse e tempo para aprender o assunto do qual vai falar. Na segunda opção, ainda com custo zero, você organiza e convida e negocia na base da troca com fornecedores. Por exemplo, pode convidar seu fornecedor de EPI a vir fazer uma demonstração de uso desses equipamentos. Na última opção, você tem investimentos financeiros e pode comprar do mercado serviços de organização e execução para SIPAT, de palestras ao teatro.


A SIPAT não tem carga horária mínima, é você que vai determinar o total de horas que atendem suas necessidades e objetivos. Entre as diversas opções, opte por uma combinação que movimente sua empresa e seus colegas, que as pessoas percebam que algo diferente está acontecendo, que se sintam motivadas a participar, mais do que obrigadas, apesar dos assuntos recorrentes.


Obrigado por nos assistir e até o próximo vídeo.

66 visualizações0 comentário

Comentários

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
bottom of page