top of page

Blog

Leia nosso blog e acompanhe nossos trabalhos e saiba mais sobre SIPAT Online, Cursos NR Online e muito mais.

De onde vem o câncer | Mini palestra gratuita | SIPAT Online

A doença ganhou esse nome para fazer referência a proliferação das células cancerosas no corpo e que se parecem com a figura de um caranguejo.


Olá, seja bem-vindo e obrigado por estar aqui. Nessa mini palestra, falaremos de forma direta e simplificada sobre o que é o câncer e de onde ele vem.


Primeiro, vamos falar do significado da palavra e que tem origem no grego e que significa caranguejo, o que também é uma conexão com o signo zodiacal. A doença ganhou esse nome para fazer referência a proliferação das células cancerosas no corpo e que se parecem com a figura de um caranguejo. A metástase é essa proliferação, ou migrar, espalhar células cancerosas pelo corpo a partir de um ponto inicial que lembra corpo e patas do caranguejo.


Câncer então é o nome dado a diversas doenças que têm, de forma destacada, uma coisa em comum: A reprodução desordenada das células do nosso corpo. Nossas células são equipadas com um processo de morte controlada, onde elas nascem, crescem, se reproduzem, cumprem seu papel e depois morrem.


O câncer tem sua origem, então, quando esse processo controlado de morte celular é quebrado, ou seja, esse ciclo natural é interrompido. As células passam assim a se dividir rapidamente, se agrupando e formando tumores, por fim, acabam invadindo tecidos e órgãos vizinhos. A cada nova divisão celular, a célula resultante sofre alterações em seu DNA, perdendo informações nesse processo, perdendo instruções importantes. Entre essas instruções, a célula pode perder instruções de como crescer, se dividir e quando morrer, então tornando-se uma célular cancerosa.


Há mais de 100 tipos conhecidos de câncer e cada um deles costuma ganhar o nome da parte do corpo em que se desenvolve, na pele, próstata, mama etc. Uma característica em especial que diferencia os tipos de câncer é a velocidade de multiplicação e capacidade de invadir outros tecidos e órgãos. É essa característica que define o câncer entre um tumor maligno e um tumor benigno, e à célula com essa capacidade recebe o nome de cancerígena.


Além do próprio envelhecimento celular, e do nosso como um todo, outros fatores danificam nossas células, coisas como o oxigênio e a luz solar. Não é possível pararmos o envelhecimento, e precisamos de oxigênio e luz solar para sobreviver. Porém, vários fatores podem ser facilmente evitados.


Quando falamos em cancerígeno, a palavra significa algo com a capacidade de provocar o câncer, pode ser uma substância, um produto, como o cigarro. O cigarro é o mais famoso agente cancerígeno comprovado e que disputa as primeiras posições nesse podio com bebidas alcooólicas e carne processada. Um caminho de prevenção, ou melhor dizendo, redução das chances de se desenvolver o câncer, passa obrigatoriamente por eliminar esses itens de nossas vidas.


Esses são fatores de riscos para o câncer fáceis de eliminar, outros fatores de risco são um tanto mais complicado, pois não dependem apenas do indivíduo. Peguemos nesse exemplo a poluição, seja do ar, da água ou ainda dos alimentos que chegam às nossas bocas carregados com agrotóxicos e outros químicos. A exposição excessiva ao sol é outro fator de risco, notadamente para o câncer de pele, que expõe ao risco algumas profissões, como a de pedreiro. Pessoas em algumas profissões estão mais sujeitas do que outras, como no caso do trabalho com produtos químicos, como solventes, agrotóxicos e por aí vai.


Há também fatores de risco ainda negligenciados como a falta de atividade física, o sedentarismo, que também favorece o aparecimento de alguns tipos de câncer. É precisamos falar também do controle de peso corporal, pois a obesidade também está relacionada a alguns tipos de câncer.


Não há garantias, mas os casos de câncer vem aumentando conforme aumentamos a forma degradante que exploramos o meio ambiente. Porque tudo que vai, volta. Assim, há iniciativas individuais que precisamos praticar, como as que falamos, mas coletivamente, precisamos fazer melhores escolhas também, e mais saudáveis.


Obrigado por nos assistir e até mais!

26 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page