top of page

Blog

Leia nosso blog e acompanhe nossos trabalhos e saiba mais sobre SIPAT Online, Cursos NR Online e muito mais.

Doenças transmitidas por alimentos | Mini palestra gratuita | SIPAT Online

O problema atinge a população adulta também, mas só de crianças menores de 5 anos, temos um número de 420 mil mortes todos os anos ao redor do mundo.


Olá, seja bem-vindo e obrigado por estar aqui. Nesse vídeo, falaremos sobre doenças transmitidas por alimentos, as mais comuns, transmissão e prevenção.


Você prepara um alimento ou sai com sua família para comer fora e junto vem uma surpresinha desagradável. Acompanhe esse vídeo conosco para evitar isso.


De acordo com o centro de controle de doenças dos EUA, só lá são mais de 48 milhões de casos, 128 mil hospitalizações e 3 mil mortes todos os anos. No mundo, há mais de 250 doenças transmitidas por alimentos e as crianças estão entre os mais suscetíveis ao adoecimento e complicações graves.


O problema atinge a população adulta também, mas só de crianças menores de 5 anos, temos um número de 420 mil mortes todos os anos ao redor do mundo.


Há uma perspectiva de aumento no número de casos e mortes por essas doenças com o aumento da população, da pobreza e falta de saneamento básico.


Entre as doenças mais graves dessa relação, temos o botulismo, cólera, hepatite A e a toxoplasmose, cujos nomes não são estranhos à nenhum de nós.


8. Os alimentos nesse caso funcionam como uma espécie de veículo, que transportam bactérias, vírus e outros parasitas. A água também faz esse transporte.


Isso leva a reflexão sobre a higiene dos alimentos e também noções básicas de higiene pessoal, que foi alvo também de outra doença famosa em 2020. Pois então, tanto as doenças anteriormente citadas como a COVID podem ser transmitidas por falta de hienização básica, pessoal ou dos alimentos.


Mãos contaminadas manuseiam alimentos, que chegam às nossas mesas, seja o próprio alimento, seja sua embalagem. Essa é uma das formas de transmissão. Porém, tais bactérias, vírus ou parasitas podem estar nas nossas próprias mãos e os ingerimos junto com o alimento de nossa preferência, como uma fruta.


Assim, vamos avançar para o ritual básico de higiene dos alimentos e também de higiene pessoal, que nos livram dessas e de outras tantas doenças. Confira.


1. Lave as mãos com frequência, bastante mesmo e em especial antes, durante e após preparar alimentos. Afinal, é você e sua família que comerão esse preparo.


2. Lave as mãos com frequência e também depois de manusear objetos sujos e ou compartilhados, tocar em animais mesmo os domésticos, ir ao banheiro ou trocar fraldas.


3. Para as mamães de plantão, lave com frequência suas mãos antes de lidar com seu pequenino, antes de dar alimentos e em especial antes de amamentar.


4. Falando dos alimentos, escolha e consuma água e alimentos de origem conhecida, confiável e evite estabelecimentos cuja aparência já é duvidosa.


5. Em casa, ferver a água, cozinhar e guardar adequadamente os alimentos garante boa higienização e saúde para você e toda a sua família.


6. Já para os alimentos consumidos crus, fique atento a sua origem e estado e lave esse alimentos mesmo antes de guardá-los na geladeira e antes do consumo.


7. Mantenha limpo e bem higienizado os recepientes onde você deposita os alimentos prontos para o consumo, o que inclui a própria geladeira.


Para finalizarmos, vamos falar dos sintomas, diagnóstico e tratamento dessas doenças, sendo adequado procurar um médico assim que suspeitar.


Os sintomas são náuseas, vômitos, dores abdominais, diarreia, falta de apetite e febre - nada muito específico, certo. Por isso, o auxílio médico. Como os sintomas não são específicos, é através do auxílio médico que você fará o diagnóstico com exames laboratoriais, como os exames de vezes.


O tratamento e medicamentos indicados vão variar para cada doença e também de acordo com os sintomas apresentados em cada um dos casos. Como em qualquer doença, quanto antes diagnosticadas, melhor e mais rápidos são os resultados do tratamento. Então, fique atento e busque ajuda logo.


Prevenir é bem melhor do que remediar, a gente sabe, e com tanta coisa que já temos para nos incomodar, não vamos querer mais essa dando bobeira à toa.


Obrigado novamente por nos assistir e até a próxima!

148 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page