top of page

Blog

Leia nosso blog e acompanhe nossos trabalhos e saiba mais sobre SIPAT Online, Cursos NR Online e muito mais.

Palestra SIPAT Blumenau | Proteção de mãos e dedos | Mini palestra gratuita | SIPAT Online

Palestras presenciais e online para a cidade de Blumenau e cidades vizinhas.



Palestra SIPAT Blumenau | Proteção de mãos e dedos | Mini palestra gratuita | SIPAT Online

Olá, seja bem-vindo e obrigado por estar aqui. Nessa mini-palestra, a gente fala de proteção de mãos e dedos que, de tanto que a gente usa, a gente nem para pensar na falta que fariam. Nesse vídeo, a gente destaca a importância da gente cuidar das nossas mãos e dos nossos dedos, também dos fatores de risco mais comuns e as formas de proteção, para gente cuidar bem desse bem que a gente tem. Usamos mãos e dedos todos os dias, o tempo todo, para coisas desde gestos, coçar, comer, e a nossa própria higiene pessoal.


Usamos elas com tanta frequência que dá para dizer que só perdendo para sentir a falta que fariam. Porém, o objetivo desse vídeo é justamente o contrário, é tentar sensibilizar para a gente cuidar melhor. Vamos fazer um exercício mental e pensar em tudo que a gente faz todos os dias usando as nossas mãos, como lavar o rosto a fazer a nossa higiene pessoal, comer, passar, o cartão de crédito no supermercado, dirigir, abraçar um filho. Fazendo esse rápido exercício mental, a gente já consegue perceber o valor que as mãos e os dedos têm, a importância deles no nosso dia a dia. Uma das funções das mãos e dos dedos tem a ver com o nosso instinto de sobrevivência, pois também são usados para nos defender numa bola, na hora que eu caio de bicicleta, atacar um agressor ou eventualmente em um acidente de trabalho. É a primeira coisa que vai.



Podemos falar de acidentes de trabalho, mas poderíamos também falar de acidentes domésticos envolvendo mãos e dedos. Os acidentes domésticos são muito mais volumosos, porém, as consequências são mais leves. Contudo, de acordo com o Anuário Estatístico de Acidentes do Trabalho de 2017 feito pela Previdência Social, acidentes ao nível de mão e dedos ocupam as três primeiras posições da tabela. Estamos falando de mais de 111 mil acidentes por ano que envolvem, em sua maioria, cortes, perfurações, fraturas e queimaduras, e mais de 5 mil amputações. Mãos e dedos são de longe a parte do corpo mais atingida, seja porque a gente utiliza elas o tempo todo ou ainda, em últimos casos, para nos defender.


O fator de risco mais comum relacionados são máquinas e equipamentos que podem perfurar, cortar, rasgar, fraturar, queimar e até mesmo, dependendo do caso, amputar. Por serem tão especiais, nós devemos ter cuidado dobrado. Eu diria mesmo triplicado porque pode não haver uma segunda chance. Então, vamos passar aos cuidados básicos mais comuns para diferentes tipos de proteção das mãos. Diferentes tipos de luva para diferentes trabalhos e diferentes riscos, utilize sempre luvas e utilize de forma correta. A luva correta para o trabalho correto. As máquinas equipamentos mais modernos costumam vir com várias proteções, utilize essas proteções conforme indicado pelo fabricante e indicado também pela sua empresa, e jamais remova uma proteção para trabalhar sem ela alegando que é mais rápido, que é mais fácil ou da menos problema.


Que tipo de ferimentos você já sofreu nas mãos e dedos?

  • Amputações

  • Cortes

  • Fraturas

  • Perfurações

You can vote for more than one answer.


As substâncias químicas e abrasivas também podem causar danos severos, substâncias como óleos e graxas mesmo os menos agressivos também podem causar danos na pele quando do uso prolongado. Dependendo do seu trabalho, a própria luz do sol pode ser um fator de risco e para tanto, utilize os cremes protetores indicados e fornecidos pela sua empresa. Utilize de maneira correta conforme sua empresa indicar. Acidentes costumam acontecer em momentos de bobeira, quando não estamos usando uma luva ou dedal, por exemplo.


Às vezes esse acidente acontece por bobeira, ás vezes o acidente acontece porque a gente preferiu não utilizar a luva ou fazer sem a luva porque a luva atrapalhava ou tornava a produção lenta, ou ainda porque era desconfortável ou estava muito quente naquele dia. Lembre-se que pode não haver uma segunda chance, mas você vai lembrar daquele momento para sempre. Nosso corpo pode se recuperar razoavelmente rápido de uma fratura ou de um corte, até mesmo de uma amputação, mas o nosso emocional não.



O nosso emocional vai lembrar e vai lembrar para sempre. Há casos extremos, inclusive em casos bastante comuns de amputação, onde há relatos em que a pessoa ainda sente membro e sente a dor mesmo quando ele não existe mais. As escolhas são nossas e devemos fazer escolhas corretas, e escolhas seguras porque pode não haver uma segunda chance. Portanto, passemos a cuidar melhor de nossas mãos e nossos dedos.


Obrigado por assistir e até o próximo vídeo.

24 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page