top of page

Blog

Leia nosso blog e acompanhe nossos trabalhos e saiba mais sobre SIPAT Online, Cursos NR Online e muito mais.

CIPA - Princípios gerais de higiene do trabalho e de medidas de controle dos riscos

Conheça os princípios e medidas de controle básicos em segurança no trabalho, assim como o fator decisivo

curso cipa online, seguranca no trabalho,

Princípios gerais de higiene do trabalho e de medidas de controle dos riscos

Vamos começar pelos 3 princípios básicos, a saber:


- Eliminar

- Neutralizar

- Reduzir


Usando o exemplo de um churrasco para explicar essa prioridade, digamos o seguinte: Se você quer churrasco, precisa de fogo e o fogo é um agente ou fator de risco que pode queimar, por exemplo. Eliminar o risco seria apagar o fogo, mas daí não tem churrasco.


Próxima medida, neutralizar. Deixamos o fogo aceso e criamos mecanismos que impeçam o acesso ao fogo, como bloqueios, por exemplo. Porém, esse bloqueio impede tanto acesso ao fogo pelo churrasqueiro, como pelo churrasco. Logo, teria apenas salada para o almoço do domingo.



Então, por fim, nos resta reduzir os riscos relacionados ao fogo, como usar luvas, manter distância segura, usar facas e garfos longos próprios para o manuseio da carne na brasa. Finalmente, temos o churrasco e é assim que a maioria das pessoas fazem, assim também as empresas fazem.



MEDIDAS DE CONTROLE


As medidas de proteção, naturalmente relacionadas ao neutralizar e reduzir, também apresentam uma ordem de prioridade de aplicação, a saber:


- Coletiva (proteção contra incêndio, extintores, sinalização, bloqueios, guarda-corpo etc.)

- Administrativa (autorização de trabalho, exames, treinamentos, proibições etc.)

- Individual (EPI)


Assista um vídeo sobre as diferenças entre EPI e EPC.



Isso quer dizer que ao implementarmos proteções contra os riscos existentes, a principal são as coletivas, que protegem muitas pessoas e ao mesmo tempo. Não havendo mais possibilidade de proteções coletivas, então sim são aplicadas proteções individuais, que são os EPIs. Medidas administrativas englobam treinamento, exames ocupacionais, prontuário e autorização de trabalho e etc.



COMPORTAMENTO; FATOR DECISIVO


É comum vermos acidentes graves e fatais envolvendo pessoas experientes e bem treinadas. Isso quer dizer que o fator final é sempre a atitude do trabalhador, que por vezes se coloca em risco desnecessário. Ou vai dizer que não? Quem sempre andou no limite da velocidade no trânsito?


Assim, medidas administrativas, de longo prazo, como treinamentos periódicos e formação de cultura de segurança são o mais eficiente meio, e talvez o único, de transformar o comportamento das pessoas envolvidas com segurança, não só o trabalhador, mas encarregados e direção.





Autor

Sandro Luiz Barth

Técnico de Segurança no Trabalho

3.437 visualizações1 comentário

1 komentarz

Oceniono na 0 z 5 gwiazdek.
Nie ma jeszcze ocen

Oceń
Nieznany użytkownik
02 lut 2022

Reduzir tem menos riscos

Polub
bottom of page