top of page

Blog

Leia nosso blog e acompanhe nossos trabalhos e saiba mais sobre SIPAT Online, Cursos NR Online e muito mais.

NR-12 - Proteções em máquinas e equipamentos

Conheça alguns exemplos de proteções comuns

curso nr12 online, seguranca maquinas equipamentos,

FUNCIONAMENTO E UTILIZAÇÃO DAS PROTEÇÕES MAIS COMUNS

As máquinas e equipamentos trazem riscos comuns e devem estar com proteções desde o projeto e quando prontas para operação. Quando isso não ocorrer, em especial por máquinas e equipamentos mais antigos, é responsabilidade do empregador providenciar as proteções nessas máquinas e equipamentos, seus acessos e arredores. Há dois tipos de proteção em máquina:

a) proteção fixa, que deve ser mantida em sua posição de maneira permanente ou por meio de elementos de fixação que só permitam sua remoção ou abertura com o uso de ferramentas;

b) proteção móvel, que pode ser aberta sem o uso de ferramentas, geralmente ligada por elementos mecânicos à estrutura da máquina ou a um elemento fixo próximo, e deve se associar a dispositivos de intertravamento.




Bloqueios e impedimentos como grades e telas

Bloqueios e impedimentos diversos garantem, como o nome sugere, uma obstrução do acesso a determinado espaço de trabalho ou ainda partes específicas de máquinas e equipamentos. Esses bloqueios e impedimentos servem tanto a impedir o acesso acidental, quanto o proposital, a depender da forma de fixação dessas proteções.

Botão de parada de emergência

As máquinas devem ser equipadas com um ou mais dispositivos de parada de emergência, por meio dos quais possam ser evitadas situações de perigo latentes e existentes, ou seja, usadas em emergências para evitar ou reduzir efeitos piores. Os dispositivos de parada de emergência devem ser posicionados em locais de fácil acesso e visualização pelos operadores em seus postos de trabalho e por outras pessoas, e mantidos permanentemente desobstruídos.


Botão de acionamento duplo ou fora da área de risco da máquina

Os botões de acionamento duplo exigem que dois botões sejam pressionados ao mesmo tempo, garantindo, por exemplo, que o trabalhador não esteja com uma das mãos dentro da área de risco da máquina. Outros botões ficam no exterior e distante da área de risco, exigindo, por exemplo, que o trabalhador saia ou se afaste para poder acionar a máquina.


Sensores

Sensores estão ligados a outros mecanismos de máquinas e equipamentos e que reagem em cadeia, em um sistema de proteção. Você pode ter sensores de presença colocados em partes específicas de máquinas ou ainda sensores de corpo inteiro. Sensores também podem ser usados para determinar o desligamento de uma máquina em caso de super aquecimento, curto circuito, velocidade ou pressão fora do padrão de trabalho normal e seguro.


Sinalização de segurança

As máquinas e equipamentos, bem como as instalações em que se encontram, devem possuir sinalização de segurança para advertir os trabalhadores e terceiros sobre os riscos a que estão expostos, as instruções de operação e manutenção e outras informações necessárias para garantir a integridade física e a saúde dos trabalhadores. Essa sinalização de segurança deve ficar destacada na máquina ou equipamento, ficar em localização claramente visível e ser de fácil entendimento.


Aproveite e leia também o post sobre métodos de trabalho seguro em máquinas e equipamentos.





Autor

Sandro Luiz Barth

Técnico de Segurança no Trabalho

1.860 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page