top of page

Blog

Leia nosso blog e acompanhe nossos trabalhos e saiba mais sobre SIPAT Online, Cursos NR Online e muito mais.

Transporte manual de cargas - Problemas de saúde comuns e formas de prevenção (Parte 1 de 2)

Conheça os riscos nessa atividades, sinais e sintomas desses problemas e formas comuns de prevenção

curso nr11 online, curso nr17 online, curso transporte manual de cargas, ergonomia no trabalho,

Uso repetitivo e prolongado das mãos no transporte de cargas


Riscos: Lesões de punho e dedo, ruptura de tendões, osteoartrite, tenossinovite, síndrome do túnel do carpo, entorse de punho, artrose, lesão de ponta dos dedos, lesão de tendão da mão, fratura de punho.


Sintomas: Rigidez e ou inchaço articular, dor durante movimento e em repouso, perda da força, articulação crepitante (estalar), hipertermia (calor excessivo), dor à pressão local, dor à pressão ao longo do trajeto dos tendões e músculos, dor induzida por carga.


Formas de prevenção: Realize os movimentos conforme indicados por sua empresa, respeitando os limites indicados, para cada tipo de carga, alterne atividades, realize pausas durante a jornada de trabalho, faça alongamentos, faça exercícios que fortaleçam a musculatura das mãos e braços (especialmente fora do trabalho), mantenha o peso (do seu corpo) ideal, alimente-se adequadamente, bebe água com frequência. Procure um médico e o empregador casos os sintomas sejam frequentes.



Flexão e torção dos joelhos ao levantar e abaixar da carga


Riscos: Artrose de joelho, lesões do ligamento cruzado anterior, lesão meniscal, condromalácia patelar, artrite, cisto de baker, desgaste articular, varizes.


Sintomas: Rigidez e ou inchaço articular, dor durante movimento e em repouso, perda da força, articulação crepitante, hipertermia dor à pressão local, dor à pressão ao longo do trajeto dos tendões e músculos, dor induzida por carga, redução da amplitude do movimento.


Formas de prevenção: Realize os movimentos conforme indicados por sua empresa, respeitando os limites indicados, para cada tipo de carga, alterne atividades, realize pausas durante a jornada de trabalho para ficar sentado, sente sempre que possível, faça alongamentos, faça exercícios que fortaleçam a musculatura das pernas (especialmente fora do trabalho), mantenha o peso (do seu corpo) ideal, alimente-se adequadamente, bebe água com frequência. Procure um médico e o empregador casos os sintomas sejam frequentes.



Movimentos repetitivos acima do nível do ombro ao retirar ou depor a carga


Riscos: Tendinite, cervicalgia, bursite, lesão de ombro, capsulite adesiva do ombro, periartrite do ombro, síndrome do manguito rotador, tendinite biciptal, tendinite calcificante do ombro, bursite do ombro, hérnia de disco, lombalgia, desgaste articular, torcicolo.


Sintomas: Rigidez e ou inchaço articular, dor durante movimento e em repouso, perda da força, articulação crepitante, hipertermia, dor à pressão local, dor à pressão ao longo do trajeto dos tendões e músculos, dor induzida por carga, redução da amplitude do movimento, dor onde o pescoço e ombros se conectam, dor em apenas em um lado do pescoço, ombro e ou área do braço, dores de cabeça relacionadas a tensão muscular, espasmos musculares, diminuição nos movimentos da coluna cervical.


Formas de prevenção: Realize os movimentos conforme indicados por sua empresa, respeitando os limites indicados, para cada tipo de carga, alterne atividades, realize pausas durante a jornada de trabalho, faça alongamentos, faça exercícios que fortaleçam a musculatura dos braços, ombros e abdome (especialmente fora do trabalho), mantenha o peso (do seu corpo) ideal, alimente-se adequadamente, bebe água com frequência. Procure um médico e o empregador casos os sintomas sejam frequentes.




Autora

Maria Fernanda Barth

Fisioterapeuta

126 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page